Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Vale De Anta

Vale De Anta

ÁGUA PARA TODOS.

Ao que parece, os problemas de falta de água, durantes os nossos verões escaldantes, estão prestes a ser resolvidos.

A água, que nos vai matar a sede,  vem da barragem do Alto Rabagão (Pisões).

O que permite o transporte da água de tão longa distância é a força da gravidade (energia potencial). Enquanto a barragem se situa á cota de 880 metros, os 2 depósitos na nossa aldeia, encontram-se á cota de 478 metros. É como se a água fosse " vertida " de lá para cá.

Barragem dos Pisões.

Curiosidades sobre a barragem.

Uma barragem de 94m de altura máxima e cerca de 2 Km de desenvolvimento no coroamento, localizada no curso superior do rio Rabagão, afluente da margem esquerda do rio Cávado, cria uma albufeira com capacidade de 560x10(6) m(3) e mais de 10Km de extensão, com a retenção máxima à cota ( 880,0 ).
A água da albufeira principal é utilizada na produção de energia eléctrica, numa central subterrânea situada a 130 metros de profundidade, equipada com 2 grupos geradores de 45 MVA. A água é conduzida por uma conduta forçada com 254m de extensão, 3,30m máximo e, depois de accionar as turbinas, através de um longo túnel, com 5,9 Km de comprimento, é restituída ao leito do rio Rabagão, já dentro da albufeira do escalão de jusante, o escalão de Venda Nova.
A central dispõe, ainda, de 2 bombas de acumulação, acopuláveis aos veios dos grupos geradores por intermédio de sistemas de embraiagem; se aos alternadores destes grupos, trabalhando como motores síncronos, se fornecer energia eléctrica através da rede nacional, estes passam a accionar as bombas, em sentido inverso ao de turbinamento e utilizando o mesmo circuito hidráulico, elevam água armazenada na albufeira da Venda Nova para a do Alto Rabagão.


Estes são os novos depósitos que estão a ser construidos. Se repararem com atenção vê-se o depósito velhinho ( ainda em serviço ) ao lado de um dos novos depósitos. Notam a diferença?

Mais sobre mim

imagem de perfil

Pesquisar