Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Vale De Anta

Vale De Anta

BANQUINHOS DE VALDANTA.

Aqui ficam as fotos de alguns banquinhos espalhados pela nossa freguesia. As velhotas gostam muito de os usar principalmente nos dias de sol. Passam horas a ver quem passa e muitas vezes a cortar na casaca...eh, eh, eh. Ainda me lembro de, há 20 anos atrás, nas noites quentes de verão, passar horas na conversa num desses bancos no largo da taberna. As pessoas de cada zona da aldeia juntavam-se nesses banquitos e era uma animação. Actualmente ainda se usam principalmente no verão quando as noites são mais agradáveis.

                                                Cando

                                                      Valdanta

                                                Granjinha

                                                  Cando

                                                 Valdanta

                                                 Granjinha

                                          Valdanta (Povo)

 

                                Valdanta(largo da taberna)

4 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Tupamaro 05.01.2007 16:43

    Seria o "Tio António Guarda"? ---- Com um genro Polícia (Chefe, e de seu nome Leonardo) e que era (oxalá ainda viva) uma jóia de pessoa! ; e com outra filha, linda de se ver, ida para os Brasis com o marido, JUREL.---
    Meu caro amigo Pereira, prepare-se, mas é, para "encadernar", melhor, (((vou inventar um termo e você é o culpado se os Linguistas, Teóricos da Litreratura, Construtivistas ou criadores de Gramáticas Generativas me mandarem prender pelo Oswaldo Polícia da Abobeleira)))) """" I N L I V R A R"""""" as suas MEMÓRIAS (lá vai outra invenção!) ""VALDANTÓFILAS""".
    Conte com o meu empurrão no Lançamento.
    O Romão JR está a SAIR-SE BEM!
    Um abraço amigo para ambos.
    Tupamaro
    PS: Jorge, se os meus "Coments" estorvarem o teu espaço não hesites em apagá-los.
  • Imagem de perfil

    J. Pereira 05.01.2007 23:38

    Acho que sim. Era um senhor que de facto tinha duas filhas, mas eu saí, a primeira vez de Valdanta em Setembro de 1958 com apenas 11 anos de idade. Voltei em 1961 e votei a sair definitivamente em 1964. Não sei de facto o fim que teve essa família. Enquanto vivi em Valdanta ia muito pela Granjinha e conhecia bem aquela gente. Também foram meus colegas de escola o Manuel e o João, filhos de uma senhora viúva, mas não me recordo dos sobrenomes deles. Acho que o Manuel é serralheiro e vive na Veiga da Granja.
  • Sem imagem de perfil

    Tupamaro 06.01.2007 12:31

    Essa senhora viúva, mãe do Manuel e do João, era ( e é? - oxalá que sim!) a """Tia Olinda""".
    Vamos lá ver se "o Granjinha e o A.Cruz" , e outros, se «abrem» mais um bocadinho em pormenores e pormaiores sobre os seus lugares, aldeias, vilas, cidades, regiões, ou até sobre Temas dos mais variados.
    Em qualquer texto que aqui, ou noutro lugar, exiba tenho sempre presente a veneração pelos mortos e o respeito pelos vivos. Estou certo de ser acompanhado neste código de conduta por todos quantos acedem aos Blogs, particularmente dos de Valdanta.
    O J.Pereira e o J.Romão dão-nos uma oportunidade
    que, por si só, merecem todo o respeito pelo seu espaço, iniciativa e contributo.
    Engraçado como estou a falar com o J.Pereira, na «casa» do JRomão e para outras pessoas, também.
    Espero que ninguém se «zangue».
    Para as gentes de Valdanta, de Abobeleira, do Cando e da Granjinha mando um comboio «batateiro» (lembra-se, Chefe?) cheiinho de votos de felicidades.
    Tupamaro
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Mais sobre mim

    imagem de perfil

    Pesquisar